Arquinatura: habitação sustentável com alicerces na permacultura

A permacultura mudou a perspectiva pessoal e profissional do bioarquiteto e permacultor Sérgio Pamplona, 51 anos. “Eu já era um ambientalista, estava formado em arquitetura, mas não via perspectiva para uma atuação que fizesse sentido para mim. Quando descobri a permacultura, descobri o contexto em que arquitetura, agora BIOarquitetura, fazia sentido para mim”, conta.

Em 1997, Sérgio fundou a Arquinatura e, como bioarquiteto, busca integrar os sistemas vivos e a arquitetura, e os sistemas vivos às pessoas, usuárias dos espaços. “Sou também permacultor porque toda essa busca não é isolada de um sistema maior. Pelo contrário, deve estar alinhada com sistemas macro de manutenção da vida em todas as suas formas para, enfim, criarmos uma nova cultura, de permanência, ou sustentabilidade”, destaca.

A permacultura é um sistema de planejamento para criar ambientes humanos sustentáveis e produtivos em equilíbrio e harmonia com a natureza. Surgiu da expressão em inglês “Permanent Agriculture” criada por Bill Mollison e David Holmgren na década de 1970. “A permacultura oferece uma visão e várias ferramentas conceituais e práticas para atingir”, explica Sérgio.

Formado em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade de Brasília, Sérgio nasceu no Rio de Janeiro e veio para Brasília aos dois anos de idade. Na Capital Federal, foi criado, teve filhos e constrói o projeto de habitação sustentável. “Sou, portanto, um cariango, ou brasilioca”, brinca.

O empreendedor pesquisa formas menos impactantes de pensar o espaço arquitetônico, as necessidades espaciais e a construção. Além de desempenhar um papel educativo junto aos clientes, futuros usuários dos espaços construídos. “Precisamos mudar a cultura toda, e isso não é pouca coisa”, reflete.

A missão da Arquinatura é participar na construção de um mundo mais sustentável por meio da arquitetura, planejamento sustentável de propriedades rurais, urbanas e peri-urbanas, sistemas sustentáveis de tratamento de esgotos, permacultura e urbanismo.

Antes de colocar em prática as técnicas de construção sustentáveis, é preciso atentar para alguns os princípios. “Casas não tão grandes, reformas que busquem quebrar o menos possível – para gerar menos entulho –, simplicidade, integração e comunidade”, orienta.

Os projetos desenvolvidos por Sérgio adotam técnicas como saneamento ecológico local (para casas ou edifícios que tiverem espaço no térreo), armazenamento e uso de água de chuvas e drenagem sustentável onde for possível. Os materiais utilizados são naturais e locais com pouco ou nenhum beneficiamento e oriundos da recuperação e reuso de insumos descartados. O biorquiteto também atua no resgate de esquemas bioclimáticos para conforto ambiental.

Arquinatura atende a diversos tipos de necessidades e trabalha em várias escalas. Há, por exemplo, grupos interessados em planejar um sítio para várias famílias. “Aí vai ser um esquema de facilitação e mediação (com algo de capacitação também) que culminará em um projeto de ocupação sustentável, seguido eventualmente do acompanhamento da execução disso”, descreve Sérgio.

As procuras mais comuns são por projetos para residência individual. Nesses casos, a Arquinatura atua de forma muito semelhante a um arquiteto convencional, mas com o diferencial da bioarquitetura e da permacultura. Há casos pontuais para intervenções em sistemas de tratamento de reuso de água e biotratamento de esgoto no qual a empresa desenha esses sistemas. “Eventualmente, quando necessário, sou chamado para ajudar nos processos e manejos de sistemas”, diz Sérgio.

Na visão de do bioarquiteto e permacultor, o conceito de Consumo Consciente integra a filosofia proposta pela permacultura. “Esse conceito está inserido na mudança maior de perspectiva cultural que a permacultura propõe. É muito importante, mas para mim é o início do despertar para essa mudança cultural ampla, que vai muito além do consumo pessoal”, avalia Sérgio.

Serviço
Arquinatura
Fazenda Taboquinha, Quinhão 16, Chácara 1-B
Sítio Nós na Teia, Jardim Botânico – Lago Sul
Caixa Postal 7022, Lago Sul, Brasília, DF, Brasil – 71635-971
(61) 3034-1925
(61) 9 9212-0077
Blog Arquinatura
sergiopamplona@yahoo.com.br

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: