Costuras e Vinil: aulas de corte e costura com boa música

Costuras e Vinil surgiu da paixão pela arte de transformar tecidos e aviamentos em roupas, acessórios, decoração e brinquedos e da necessidade de ouvir música, de preferência o som puro e orgânico do vinil. O ateliê-escola ministra cursos para quem quer aprender algo novo e respeitar o próprio tempo. Serve até para quem nunca viu uma máquina de costura. Todas as sutilezas da habilidade de criar, modelar, cortar, enlaçar, cerzir e alinhavar são ensinadas com calma, sem estresse e com muitas notas musicais.

“A costura tem que ser feita com alma e com prazer”, orienta uma das duas sócias, Rosa Cordeiro, 42 anos. A publicitária nascida em Niterói (RJ) mora em Brasília desde os três anos de idade e viu a costura entrar por acaso na própria vida. Sempre trabalhando, não tinha tempo para nada e trabalho manual nunca foi uma opção.

“Foi num período que morei fora do país que descobri a costura, que me trouxe um aprendizado sobre mim mesma que estava escondido e eu desconhecia”, recorda Rosa. Conquistada pelo prazer de costurar, desacelerou o ritmo da rotina e foi inspirada a levar a experiência para outras pessoas.

A parceira no Costuras e Vinil é a estudante de design de moda Priscila Azevedo, 26 anos. Sempre curiosa, a brasiliense gosta de moda desde cedo e desfazia as próprias roupas para entender como eram feitas. Descobriu muito sobre costura e modelagem com essa curiosidade toda. Participou das Olimpíadas do Conhecimento, onde ganhou a etapa regional com um projeto que conectava Brasília a Paris. Antes da sociedade no ateliê, deu aulas no Senai.

O projeto de Priscila inscrito na iniciativa do Senai-DF é de 2011 e chamava-se A Parisiense. Ela relacionou Brasília a Paris ao escolher pontos turísticos brasilienses nos quais as pessoas se sentem em plena Cidade das Luzes. A partir desse conceito ela criou um look de roupa para cada local selecionado. As curvas foram elementos essenciais na coleção, usadas para mostrar a sutileza de cada detalhe, com leveza e sofisticação. Tecidos nobres ganharam um toque contemporâneo na ousadia dos cortes e transparências.

A publicitária Rosa conversou com a coluna Consumo Consciente e acredita que a arte de costurar é uma metáfora apropriada para a vida. Ele entende que, tanto na costura quanto no cotidiano, não há necessidade de ser perfeito e sempre há um modo de corrigir os erros e fazer de novo. “Sempre fazemos essa analogia, pois erramos muito costurando e estamos sempre desfazendo o que está errado para refazer. Sempre podemos nos reinventar e nunca é tarde para isso”, compara.

A proposta do Costuras e Vinil está alinhavada ao conceito de Consumo Consciente e procura conscientizar pessoas sobre a importância de conhecer a cadeia de produção ao praticar o ato de consumo. A iniciativa estimula maior consciência sobre de onde e de quem se compra. “Despertamos a vontade de fazer algo. É o despertar do entendimento da valorização do trabalho manual e criativo e, principalmente, o despertar de si mesmo”, opina Rosa.

O público do Costuras e Vinil é predominante feminino, formado por mulheres independentes e bem sucedidas profissionalmente, mães e não-mães, em busca de um momento consigo mesmas. “Se redescobrindo, se aceitando, dando uma desacelerada e resgatando o feminino. Achamos que ajudamos as pessoas a terem mais paciência e tolerância com elas mesmas”, avalia a publicitária.

Costuras e Vinil oferece várias modalidades de cursos de corte e costura, com uma aula por semana com duração de três horas, exceto o Carretel de Momentos, com duas horas de duração. Nesse curso, a proposta é resgatar momentos e produzir memórias afetivas e familiares. “A família pode fazer junta, sem obrigação e correria do dia a dia. Pais e filhos aprendendo algo juntos e tendo tempo para eles”, explica.

O ateliê-escola oferece ainda os cursos Eu que fiz: modelagem corte e costura, Costurices: pequenas costuras, Cosplay, Moulage, Esperta e atrevida: curso de bonecos e Patchwork. A programação do primeiro semestre de 2017 começa no dia 30 de janeiro. Informações completas sobre cursos, horários e inscrições estão no site do Costuras e Vinil.

Serviço

Costuras e Vinil
SCLN 111, Bloco D, sala 201 – Asa Norte
(61) 3043-2344 e (61) 99995-2344
costurasevinil@costurasevinil.com.br
www.costurasevinil.com.br
Instagram: @costurasevinil

Um comentário

  1. […] Consciente, uma das histórias que contei foi a do projeto da Rosa Cordeiro, o Costuras e Vinil. [+ Costuras e Vinil: aulas de corte e costura com boa música]. Fiquei morrendo de vontade de fazer um dos cursos e planejei durante meses me inscrever. Até […]

Deixe uma resposta