#quemfezminhasroupas: mobilize-se nas redes pela moda sustentável

 #EspecialFashionRevolutionWeek

Começa nesta segunda-feira (24) a terceira edição da Fashion Revolution Week 2017 – Brasília. Ao longo da semana você pode acompanhar tudo que rola nesse evento global na coluna Consumo Consciente. Uma excelente oportunidade de repensar sua relação com a moda. Hoje, você pode participar fazendo posts em suas redes com a hashtag#quemfezminhasroupas

A abertura da Fashion Revolution Week 2017 – Brasília será realizada na loja temporária (pop-up) da Verdemanga, localizada no Shopping Píer 21. A representante do evento aqui no quadradinho, a designer Flavia Amadeu, da Flavia Amadeu Design Sustentável, fará uma apresentação sobre o movimento Fashion Revolution.

Flavia é pesquisadora e empreendedora social e apoia comunidades produtoras e artesãos da floresta Amazônica, principalmente seringueiras, desenvolvendo produtos de joias, moda e decoração e também o artesanato local, capacitando mulheres e jovens da região.

A designer é pioneira do movimento da moda sustentável e participou da primeira edição do Fashion Revolution, em Londres (Inglaterra), em 2013. À epoca, Flavia cursava o doutorado no London College of Fashion, no Centre for Sustainable Fashion, e entrevistou Carry Somers, uma das idealizadoras desse movimento. “Eu fui conhecer o trabalho dela, que é muito parecido com o meu e me identifiquei com o movimento”, recorda.

A minha tese de doutorado trata da relação de designers com comunidades locais. Eu desenvolvi uma metodologia de pesquisa, prática e ensino nessa área, e me aprofundo nos casos de comunidades seringueiras.”
Flavia Amadeu, representante da Fashion Revolution Week em Brasília

Em seguida, uma turma da moda consciente de Brasília vai promover um bate-papo sobre Empreendedorismo Social e Local em Moda. Participarão da troca de ideias sobre o tema Gracilene Bessa (Verdemanga), Carol Nemoto (Miwa), Chica Rosa (Cia do Lacre) e Romilda Moreira (designer de moda).

A Gracilene, 33, brasiliense, produtora e empreendedora criativa, está à frente da loja colaborativa Verdemanga e outros projetos, como Limonada Project, Pé de Lima e Hotel [Loja Galeria]. É a terceira contribuição dela para o Fashion Revolution Week em Brasília.

“Ver esse movimento tomar corpo e unir várias cabeças pensantes e prol da mudança é inspirador e me faz crer que existe um caminho paupável para a quebra de paradigmas que regem o perfil de consumo.”
Gracilene Bessa, sócia da Verdemanga

A Carol, 35, nasceu em Porto Velho (RO), mas mora em Brasília desde os 11 anos. Ela é consultora de moda e design, trabalha com a proposta de descobrir novos conceitos em torno de formas, materiais, tecidos inteligentes e novas tecnologias. É dona da marca brasiliense Miwa, alinhada aos conceitos de slow fashion e moda sustentável para promover um modo de consumo mais responsável.

“Em cenários desafiadores como o atual, é necessário levantar questões sobre nossos meios de produção, consumo e reaproveitamento de materiais de uma das cadeias mais importantes da economia mundial: o sistema moda.”
Carol Nemoto, dona da Miwa


A Romilda, 39, brasiliense, designer de moda, consultora em design e sustentabilidade, professora de corte, costura e modelagem. Atualmente dedica-se à pesquisa de moda, novas tecnologias e sustentabilidade.

“Qualquer mudança na sociedade depende da formulação de um pensamento crítico. A Fashion Revolution Week tem esse intuito ao dar acesso à informação, opção de consumo consciente, debates e compartilhamento de saberes manuais. Além da reunião de pessoas que querem um mundo mais justo.”
Romilda Moreira, designer de moda

A Chica Rosa, há 20 anos impulsiona e lidera a a comunidade de mulheres do Riacho Fundo I a transformar lacres de latinhas de alumínio em produtos de moda, como bolsas, porta-moedas e cintos.

Ela criou a Cia do Lacre, uma cooperativa de mulheres, pensando na sobrevivência das famílias e no desejo de mudança e reúne 35 mulheres diretamente, fora outras tantas indiretamente. As lindezas da marca são exportadas para os Estados Unidos e estão à venda do MoMA de Nova York.

Chica Rosa não abandonou as raízes e continua desenvolvendo o seu trabalho, buscando profissionalizar jovens e mulheres de comunidades mais carentes do DF.

“Participar do Fashion Revolution Week é a realização de um sonho. É gratificante mostrar o trabalho desenvolvido na minha comunidade sobre sustentabilidade e moda.”
Chica Rosa, líder da Cia do Lacre


Ao mesmo tempo em que estiver rolando esse bate-papo, serão realizadas duas oficinas simultâneas. Uma para customizar uma camiseta com a hashtag #quemfezminhasroupas e outra para aprender a organizar um armário cápsula.

A oficina com estêncil será ministrada por Amanda Martins, estudante de Design da Universidade de Brasília. A atividade vai transformar aquela camiseta velha esquecida no armário em uma peça mobilizadora deste movimento global com a hashtag #quemfezminhasroupas. Ajude a viralizar a campanha e compartilhe essa hashtag.

“A Fashion Revolution Week é uma oportunidade para as pessoas refletirem melhor sobre a forma de consumo de moda.”
Amanda Martins, estudante de design

Outra coisa que vc pode fazer é imprimir uma das hashtags e tirar uma foto para colocar no seu perfil nas redes sociais. Tem várias opções. Baixe aqui.


A outra oficina, de como montar um armário cápsula, será ministrada pela consultora de estilo Brunna Fernandes. Ela vai mostrar que com um número limitado de peças (30 a 40) é possível ter diversas possibilidades de combinações.

“Sabendo de tantos malefícios da indústria global da moda, está na hora de uma revolução: consumir menos e de forma inteligente.”
Brunna Fernandes, consultora de estilo


Fashion Revolution Week 2017 – Brasília

24 DE ABRIL, SEGUNDA-FEIRA
Das 19h às 22h
Loja Verdemanga – Shopping Píer 21 (Setor de Clubes Esportivos Sul, Trecho 2 Lote 32 Loja p03, Térreo – Asa Sul)
– Abertura oficial – Apresentação do movimento Fashion Revolution, com Flavia Amadeu e colaboradores (Flavia Amadeu Design)
– Bate-papo sobre Empreendedorismo Social e Local em Moda: Gracilene Bessa (Verdemanga), Carol Nemoto (Miwa), Chica Rosa (Cia do Lacre) e Romilda Moreira (designer de moda).
– Oficina – Customização de camiseta com uso de estêncil utilizando a hashtag #quemfezminhasroupas?, ministrada por Amanda Martins(estudante de design). Atividade gratuita
– Oficina – Montando um Armário Cápsula, a partir de um número limitado de peças (30 a 40) serão mostradas inúmeras possibilidades de combinações, ministrada por Brunna Fernandes (consultora de estilo). Atividade gratuita

Serviço

Fashion Revolution Week 2017 – Brasília
De 24 e 28 de abril de 2017, de segunda a sexta-feira * Das 19h às 22h * Casa Thomas Jefferson – Unidade Asa Sul (SEPS 706/906 – Conjunto B Asa Sul) e Unidade Asa Norte (SGAN 606 – Bloco B – Asa Norte) * Loja Verdemanga, Shopping Pier 21 (Setor de Clubes Esportivos Sul, Trecho 2 Lote 32 Loja p03, Térreo – Asa Sul).

Deixe uma resposta