Cenários futuros: perspectivas para a indústria da moda sustentável

#EspecialFashionRevolutionWeek

Nesta quinta-feira (27) a terceira edição da Fashion Revolution Week 2017 – Brasília terá atividades da Casa Thomas Jefferson da Asa Norte. Até amanhã você pode acompanhar tudo que rola nesse evento global na coluna Consumo Consciente. Uma excelente oportunidade de repensar sua relação com a moda.

No quarto dia da programação da Fashion Revolution Week 2017 – Brasília, o tema será Cenários Futuros. A atividade contará com três palestrantes: a representante do Fashion Revolution Brasil em Brasília, a designer Flavia Amadeu; o diretor da escola Perestroika Brasília, Guilherme Piletti; e o coordenador de Meio-ambiente da UNESCO / ONU Brasil, Massimiliano Lombardo.

A Flavia é pioneira no Fashion Revolution e participou da primeira semana de conscientização da moda em Londres (2013) e dona da Flavia Amadeu Design Sustentável. Ela é pesquisadora e empreendedora social e apoia comunidades produtoras e artesãos da floresta Amazônica, principalmente seringueiras. Desenvolve produtos de moda e decoração  e impulsiona o artesanato local capacitando mulheres e jovens da região.

A designer vai apresentar a palestra Cadeia de valor da borracha natural – geração de renda e inclusão social na floresta Amazônica. Flavia vai compartilhar a sua experiência com a borracha FSA (Folha Semi-Artefato), o material de que são feitas as joias orgânicas da sua marca. Essa borracha colorida foi desenvolvida para gerar renda na floresta Amazônica e se transformou em uma ferramenta para inclusão social.

A FSA está mudando para melhor a vida de mulheres, que foram incluídas na cadeia produtiva da borracha.”Hoje, a borracha é produzida ao lado da casa da família, na unidade de produção, permitindo assim a proximidade com os afazeres domésticos e a convivência com os filhos; a defumação do látex foi eliminada; e o processo de produção é limpo e, relativamente, simples”, descreve Flavia.

O novo método foi desenvolvido pelo Laboratório de Tecnologia Química da Universidade de Brasília (LATEQ-IQ/UnB) e estimula a interação entre os membros da família nessa cadeia produtiva. Em alguns casos, por exemplo, os homens coletam o látex das seringueiras na floresta e as mulheres fazem a produção na unidade.

flaviaelastico“A produção da borracha colorida é uma oportunidade para que famílias ribeirinhas continuem vivendo na floresta e com melhor qualidade de vida e, dessa forma, exerçam o papel tão importante de guardiões da floresta, protegendo matas e rios de onde vivem e tiram o seu sustento.”
Flávia Amadeu


Guilherme Piletti é graduado em Comunicação Social e pós-graduado em Comportamento e Consumo e vai falar sobre visualização de futuros pelos parâmetros da sustentabilidade. Ele é empreendedor, professor e gestor da Perestroika em Brasília, escola na qual integra o time há seis anos. Desenvolveu e coordenou mais de 300 aulas sobre empreendedorismo, inovação, gestão e criatividade.

guidia4“É estimulante participar de um projeto que propõe repensar modelos de negócios. Muitos mercados estão desalinhados aos nossos objetivos evolutivos, como espécie humana. É imprescíndivel debater sobre esses contextos e propor ações que criem novos caminhos.”
Guilherme Piletti

Massimiliano Lombardo vai apresentar a palestra Oportunidades para uma moda mais responsável no contexto da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável. Ele é especialista em meio ambiente e desenvolvimento sustentável e atua como oficial do programa de meio ambiente da UNESCO no Brasil desde junho de 2016. Nascido em Modena (Itália), é naturalizado brasileiro e mora no Brasil desde 1998.

lombardo“Qualquer produto da moda tem seu custo e valor social, econômico e ambiental. Por isso, tanto os produtores, quanto os trabalhadores e consumidores da indústria da moda têm desafios e oportunidades para contribuir para um desenvolvimento mais sustentável e responsável.”
Massimiliano Lombardo


Oficina – Enquanto rolarem as palestras, a designer de joias Nazareth Pinheiro, do noSSo estúdio design, ministrará a Oficina Design criativo – acessórios e materiais alternativos [confere no final da matéria o passo a passo para agarrar uma das 20 vagas]. A atividade tem como foco a criação de novas soluções para o design de acessórios e moda. Arquiteta e designer de joias, ela levou a experiência de 20 anos na arquitetura e o mundo das formas, da arte e da beleza arquitetônica para a joalheria. A coleção mais recente é a Cobogós com elementos modernistas de Brasília, onde mora.


Fashion Revolution Week 2017 – Brasília

27 DE ABRIL, QUINTA-FEIRA
Das 19h30 às 21h30
Casa Thomas Jefferson – Unidade Asa Norte, Makerspace (SGAN 606 – Bloco B – Asa Norte)
– Tema: Cenários futuros
– Palestra – “Cadeia de valor da borracha natural – geração de renda e inclusão social na floresta Amazônica”, com Flavia Amadeu (Flavia Amadeu Design).
– Palestra – “Cenários de futuro”, com Guilherme Lindemayer Piletti(Perestroika BSB), que falará sobre visualização de futuros pelos parâmetros da sustentabilidade.
– Palestra – “Oportunidades para uma moda mais responsável no contexto da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável”, com Massimiliano Lombardo, coordenador de Meio-ambiente da UNESCO / ONU Brasil.
– Oficina – Design criativo – acessórios e materiais alternativos com foco na criação de novas soluções para o design de acessórios e moda, ministrada por Nazareth Pinheiro (designer do noSSo). Disponibilidade de 20 vagas, custo: R$ 20* (mediante inscrição antecipada). Faça a sua inscrição

Serviço

Fashion Revolution Week 2017 – Brasília
De 24 e 28 de abril de 2017, de segunda a sexta-feira * Das 19h às 22h * Casa Thomas Jefferson – Unidade Asa Sul (SEPS 706/906 – Conjunto B Asa Sul) e Unidade Asa Norte (SGAN 606 – Bloco B – Asa Norte) * Loja Verdemanga, Shopping Pier 21 (Setor de Clubes Esportivos Sul, Trecho 2 Lote 32 Loja p03, Térreo – Asa Sul).

Deixe uma resposta