Projeto de reciclagem de látex interrompido pelo Serviço Florestal Brasileiro

Transformar a mistura de serragem, balões de festa e luvas de látex, materiais destinados ao lixo, em pisos, solas de sapato e tapetes. Foi o que fez uma pesquisa divulgada em 2009 pelo Laboratório de Produtos Florestais (LPF) do Serviço Florestal Brasileiro. A iniciativa capaz de reduzir o volume de resíduos na natureza está encerrada porque os servidores responsáveis pelo projeto já estão aposentados.

“Infelizmente não temos ninguém no órgão que possa falar sobre o projeto”, informou a assessoria de comunicação. Um posicionamento muito revelador diante do cenário de desprezo ao conhecimento científico que nos cerca. Situação admitida, inclusive, pelos cientistas do próprio SFB em um evento realizado em abril deste ano.

Quais os critérios para a suspensão desse tipo de atividade? Não tem base no compromisso assumido pelo Brasil ao aderir à Agenda 2030 e aos 17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável. Não tem base nos acordos internacionais do qual o País é signatário e cujo esforço é o de mitigar os efeitos do aquecimento global. Não tem base na Política Nacional de Resíduos Sólidos. Não tem base no Plano de Ação para a Produção e Consumo Sustentáveis. Não tem base em bom senso e muito menos no interesse público.

Os cortes para investimentos públicos na ciência deixam à mostra a total falta de percepção do que é importante e o que não é para o desenvolvimento de uma sociedade. Em 2017, o setor sofreu um corte de 44% no orçamento. Para este ano, a previsão é diminuir em 25% esses já parcos investimentos.

1 thought on “Projeto de reciclagem de látex interrompido pelo Serviço Florestal Brasileiro

  1. Sinistro isso Iara, imagine 20, 30 anos desses recurso não sendo reutilizados e jogados no meio ambiente, sinistro. Precisamos um pouco/MUITO da mentalidade alemã.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: