Outfit Comuna: a moda em sua dimensão política

Hoje fiz minha estreia como figurinista e montei o outfit para a jornalista Cynara Menezes, a Socialista Morena, para a gravação do programa Reaça e Comuna, do site de notícias Poder 360. Semanalmente, a comuna comenta com o reaça, o jornalista Mário Rosa, as principais notícias da política nacional. 

Mas, afinal, o que moda tem a ver com política? Tudo. Não é mais possível viver em um mundo onde roupas destroem o meio ambiente, prejudicam ou exploram as pessoas e reforçam as desigualdades de gênero. Este não é um modelo de negócios sustentável.  A indústria da moda deve medir o sucesso além das vendas e lucros e valorizar igualmente o crescimento financeiro, o bem-estar humano e a sustentabilidade ambiental.

O Outfit Comuna apresenta peças de marcas alinhadas à essas mudanças e em sintonia com a sustentabilidade. Moda sustentável não existe, e, sim, atributos sustentáveis: autoral, local, com modelagem sem desperdício (zero waste), com fibras cultivadas sem uso de veneno ou inteligentes (olha a nanotecnologia aí para acabar com a necessidade de lavar e passar roupas), com propósito, comprometida com a equidade de gênero e a preservação ambiental, em defesa de minorias e causas sociais. Há vários caminhos.

No look de hoje, a Socialista Morena usa macacão, bolsa e sandália da Fulanitas de Tal e brincos do RB Estúdio, que cederam as peças. O colar de coração anatômico, da Tengo un Corazón, é do meu acervo pessoal. 

Almanaque – A peça-chave do outfit da Socialista Morena é o macacão. Versátil, agênero e atemporal, tem um simbolismo que remete à moda produzida na Rússia durante os primeiros anos pós Revolução de 1917. Duas estilistas bolcheviques, as construtivistas, também conhecidas como produtivistas, Liubov Popova (1889-1924) e Varvara Stepanov (1884-1858), tentaram criar novos tipos de vestimenta que separariam o velho do novo mundo, incluindo o macacão. 

Ambas desempenharam papéis de designers de um novo modo de vida para as mulheres da nova Rússia e estiveram envolvidas na versão russa da “reforma do vestido”, na tentativa de criar um novo uniforme democrático, que não revelaria origens de classe, já que todos eram iguais. Contudo, se as novas roupas e estampas criadas por elas tinham o propósito de promover equidade de gênero, a realidade das mulheres não avançou tanto quanto a moda nos anos 1920. As velhas maneiras morrem a força; e os homens, acostumados com o poder, eram relutantes em compartilhar prestígio social e vantagens econômicas. 

Fulanitas de Tal
Marca brasiliense que entrou no mercado na produção de calçados com uma pegada retrô, com destaque para o modelo boneca. Recentemente, passou a produzir peças de roupa, como o macacão usado por Cynara.  A criativa da marca, Eunice Pinheiro, deu início a um projeto para reaproveitamento de resíduos da indústria calçadista para produção das peças. 

Estúdio RB
Reaproveita resíduos de MDF para produzir quadros, esculturas, luminárias e acessórios, como colares e brincos. A criativa da marca, Ranni Bunny, faz o projeto no computador, corta a laser, laqueia, pinta e monta todas as peças, uma a uma. O resultado são objetos com cores vibrantes e temas geométricos que remetem às linhas e curvas de Brasília ou a ícones da cidade, como os azulejos de Athos Bulcão e os cobogós dos prédios residenciais do Plano Piloto. 

Tengo un Corazón
A peça é minha xodó. A marca produz corações anatômicos para bater fora do peito. As peças são desenvolvidas pela designer Denize Barros e seu parceiro, o artista plástico Marcio Azevedo. Juntos, criam, modelam, pintam e dão vida aos pingentes, todos únicos e feitos a mão. Para além das peças, os ensaios fotográficos produzidos pela marca, une artistas e fotógrafos em torno de imagens inspiradoras, repletas de amor e drama.

Confira o ensaio do fotógrafo Sérgio Lima, do Poder 360, para o Outfit Comuna

WhatsApp Image 2019-06-26 at 23.05.05WhatsApp Image 2019-06-26 at 23.05.40WhatsApp Image 2019-06-26 at 23.07.39

WhatsApp Image 2019-06-26 at 23.07.17
Eu na minha estreia como figurinista. <3

Deixe uma resposta