Outfit Comuna: zero waste e insubmissão

A segunda edição do Outfit Comuna☭ veste a jornalista Cynara Menezes de moda engajada, com design sem desperdício e para desobedecer. A Socialista Morena apresenta semanalmente o Reaça & Comuna com o jornalista reaça offline Mario Rosa. No 15o programa, feito em parceria com o site de notícias Poder 360, os dois comentam as principais notícias da política nacional. A pauta é variada, mas a pergunta sem resposta é sempre a mesma: Onde está Queiroz?

Onde-está-Queiroz

Confira a participação especial desta aspirante a figurinista nas cenas pós-crédito (27’23s) e a prova de que o paradeiro de Queiroz não sai do radar da Socialista Morena.  🍊

No look de hoje, a Socialista Morena usa vestido Drew, acessórios brinco, anel e bracelete da Jana Fernandes Joalheria e bolsa da Fulanitas de Tal, que emprestaram as peças. As fotos são de Sérgio Lima (Poder 360). 

Drew
Sávio Drew expressa em suas criações a identidade nordestina da vila de fora do mapa Anhuma do Sul, no Piauí, onde nasceu. Não esqueço de uma frase dele quando o conheci, durante a Semana Fashion Revolution deste ano, sobre a trajetória de designer de moda. “Não quero fazer mais camisetas, já tem muita no mundo.” Junto com o brilho nos olhos e orgulho de ser quem ele é, ressoou criatividade, propósito, talento e discurso político.  

A marca Drew percorre caminhos de sustentabilidade e ética nos processos de produção e comunicação. Utiliza tecidos descartados pela indústria têxtil e guardas-chuva quebrados. Adota a técnica zero waste (sem desperdício), como no vestido usado por Cynara. Em 2018, ganhou quatro páginas do Guia do Design Consciente, da Casa Ibirapitanga (SP).

Jana Fernandes Joalheria
Desobediente. Subversiva. Insubmissa. Eis a descrição da criativa Jana Fernandes para a coleção Aparente Transparente que propõe a desobediência civil. Ela subverte a “tendência do mercado” e incorpora o cobre, metal associado ao artesanato de rua, à arte de ourivesaria e o transforma em joias. Solda, junção, impressões da lima e da lixa, a sujeira e as digitais impregnam as peças. Pedras rústicas, com ou sem lapidação. Tem como não ornar com a Socialista Morena?

Jana se expressa politicamente pelas suas peças e acredita que não são meros adornos e podem significar pertencimento, identidade e representatividade. “A joalheria, assim como a moda e, principalmente, nossos corpos, são políticos”, escreveu no stories do seu Instagram em homenagem ao Dia do Orgulho LGBTQI+ (28 de junho).

A coleção Respeita traz joias identitárias, com prata e combinações de acrílico colorido, e batizadas em homenagem à comunidade LGBTQI+. Anel Bornay, Anel Gisberta, Colar Cassia, Colar Close, Colar Rogéria… A bandeira LGBT, vermelho, laranja, amarelo, verde, azul e violeta; a trans, azul e rosa e rosa e azul clarinhos; contra o feminicídio, laranja, amarelo e vermelho. Na divulgação, Jana propõe reflexões políticas. “para que não haja mais pessoas #trans assassinadas, #RESPEITA” .

No sábado, 6 de julho, 16h, será o lançamento da coleção Aparente Transparente, que tem as peças usadas pela Cynara, lá na Armária (107 Norte) .

WhatsApp Image 2019-07-01 at 17.03.01

 

Deixe uma resposta