Quem faz a roupa que você veste está seguro durante a pandemia?

91856039_967161507019879_8435243871275948012_n

A partir desta segunda-feira, 20 de abril, até dia 26, a Semana Fashion Revolution convida todas e todos a questionar:  #QuemFezMinhasRoupas? #DoQueSãoFeitasMinhasRoupas? 

O movimento ocorre em mais de 100 países ao mesmo tempo. No Brasil, revolucionários da moda do Distrito Federal e de 20 estados, em 65 cidades, promoverão mais de 100 eventos on-line.

A pauta mais urgente neste momento é a segurança das trabalhadoras e trabalhadores da moda. O movimento Fashion Revolution 2020 segue questionando as condições de trabalho precárias na indústria da moda.

Efeitos da Covid-19

A sétima edição da Fashion Revolution aborda os temas consumo, composição das roupas, condições de trabalho e ações coletivas. Com enfoque sobre o momento atual de pandemia da Covid-19.

Mais de 60 parceiros vão reverberar o debate sobre uma moda mais ética com participações em vídeos e lives.

View this post on Instagram

🧵📚🌱Vem aí a Semana Fashion Revolution! Confira a programação em semanafashionrevolution.com.br e no destaque do stories! De 20 a 26 de abril! #SemanaDigital #FashionRevolution #QuemFezMinhasRoupas #DoQueSãoFeitasMinhasRoupas . . . A Semana Fashion Revolution é uma campanha que acontece no Brasil e no mundo em memória as vitimas do desabamento do edifício Rana Plaza, em Bangladesh. Desde 2013, no mês de abril, milhares de pessoas questionam empresas da indústria da moda #QuemFezMinhasRoupas, com a intenção de visibilizar trabalhadores e exigir do setor mais transparência e ética em suas atividades. Em 2020, a campanha acontece de 20 a 26 de abril e conta com uma programação online de conversas com cerca de 60 profissionais da área: pesquisadores, educadores, trabalhadores da cadeia produtiva, criativos, agencias de tendências, ONGs, imigrantes, políticos, ambientalistas e cooperativas de periferias. Em paralelo, o movimento articula por meio de seus representantes e embaixadores atividades como lives, workshops, aulas tutoriais e outros. As atividades estão calcadas nos pilares: consumo, educação, composição de têxteis, e mobilização coletiva e serão atualizadas periodicamente nos canais: semanafashionrevolution.com.br e @fash_rev_brasil #PraCegoVer: O vídeo informa sobre a Programação da Semana Fashion Revolution Digital

A post shared by Fashion Revolution Brasil (@fash_rev_brasil) on

Pesquisadores, educadores, trabalhadoras e trabalhadores da moda, criativas e criativos, agências de tendências, ONGs, imigrantes, políticos, ambientalistas e cooperativas de periferias. 

Na programação nacional, participarão parceiros como Sistema B, Senai, Repórter Brasil, ONU Mulheres, Akatu e CUT.

Em Brasília, haverá representantes do Senac/DF, Sebrae/DF, Programa Mundial de Alimentos – PMA/ONU, LGBT Socialista (PSB), Blog Cannabiz.

Programação de Brasília. 

Haverá lives diárias ao longo de toda a semana. Confira alguns destaques da programação nacional:

Segunda-feira, 20/04, às 19h
Abertura e Futuro do Consumo
Helio Mattar, presidente do Instituto Akatu
Fernanda Simon, diretora executiva do Fashion Revolution Brasil

Terça-feira, 21/04, às 19h
Educar para Revolucionar
Yamê Reis, coordenadora IED Rio
Eloisa Artuso, diretora educacional Fashion Revolution Brasil

Quarta-feira, 22/04, às 19h
Plástico, oceanos e a moda: Qual a relação?
Paulina Chamorro, jornalista ambiental | Gabriela Machado, Roupartilhei

Quinta-feira, 23/04, às 19h
Qual é a situação dos trabalhadores do Brasil durante a pandemia?
Carla Aguilar, do CAMI – Centro de Apoio e Pastoral do Migrante / Iara Vidal, Fashion Revolution Brasília

Sexta-feira, 24/04, às 11h
Ideias para adiar o fim do mundo
Ailton Krenak – líder indígena, ambientalista e escritor
Iara Vidal, Fashion Revolution Brasília

Sexta-feira, 24/04,  às 19h
7 anos após Rana Plaza – moda, escravidão
Leonardo Sakamoto – Repórter Brasil
Eloisa Artuso, diretora educacional Fashion Revolution Brasil

Sábado, 25/04, às 19h
Ação Coletiva: como a sociedade civil pode se organizar por um bem comum
Maristella Ianuzzi, ONU Mulheres
Marina de Luca, Moda Limpa

Domingo, 26/04,  às 19h
A moda que queremos
Lilyan Berlim, professora e escritora | Fernanda Simon, diretora executiva do Fashion Revolution Brasil

Programação completa

fashionrevolution.org

facebook.com/fashionrevolution.brasil

twitter.com/Fash_Rev_BRASIL

instagram.com/fash_rev_brasil

Deixe uma resposta